Desafio Serra do Rio do Rastro 7.0 - Urubici 

14 à 17 de Dezembro de 2014 - SC

 

Quando minha mãe de 70 anos me pediu de presente uma viagem de

moto a minha primeira reação foi de imaginar como faria isso ?

 

 

Em nenhum momento passou pela minha cabeça, não fazer essa viagem com ela.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mas como fazer uma viagem longa, com uma pessoa com 70 anos ?

 

Com a coluna toda comprometida ?

 

Com problema cardíaco ?

 

 

 

 

Foi lançado o DESAFIO !

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Achar o lugar para irmos não foi difícil.

Sei que minha mãe gosta de natureza, paisagens e coisas históricas...

 

Acabei escolhendo a região da cidade de Urubici em Santa Catarina.

Lá encontraríamos concentrados em um único lugar as coisas que ela sonhava ver.

 

 

 

 

Eu já havia estado em Urubici/SC em 2007 com o meu moto grupo.

Viagem com o Moto Grupo Liberdade Vigiada em 2007

 

 

Então não precisei me preocupar muito com essa parte da aventura

pois já tinha a rota e as atrações na cabeça.

 

 

O problema é a distância.

A viagem toda somaria 1.200km!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Logística da Viagem

 

 

Tínhamos que viajar mais leves possíveis.

Mas a região costuma ser um pouco fria mesmo no verão.

 

 

 

 

Além disso, havia previsão de chuva para a região no período da viagem.

 

Fizemos as malas com o básico para 4 dias.

 

Coloquei os remédios da mãe em lugares de fácil acesso.

 

 

 

 

Levei um cantil com gelo e bolachas.

 

Para a coluna da mãe, ela usou uma cinta de cross, o que permitiu

a ela viajar com mais conforto firmando a coluna.

 

Os alforjes também ajudaram no conforto dela, pois ela conseguia apoiar as pernas

neles dando mais equilíbrio e permitindo menos desgaste físico.

 

 

 

 

Há...sim...Não esqueci de levar a bengalinha dela....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hospedagem

 

Ficamos na Pousada Arcanjo Rafael, onde eu tinha ficado em 2007.

A pousada foi ampliada de lá para cá.

 

 

 

 

Os donos são os mesmos o que me deixou muito feliz, pois são pessoas incríveis.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Relato da Viagem

 

 

 Tínhamos programado sair no dia 13, porém a chuva estava forte na região.

Por esse motivo, acabei adiando.

 

 

 

 

Perdi a conta das vezes que olhei a previsão do tempo.

Fiquei otimista em ver que poderíamos pegar tempo bom no resto da semana.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Primeiro dia - 14/12/2014

Iniciamos a viagem as 7:45.

 

 

Fizemos a primeira parada logo depois do pedágio de Santo Antônio da Patrulha/RS.

Lá para nossa surpresa, encontramos meu amigo e colega de trabalho Vinicius.

 

 

 

 

Depois de um rápido lanche, seguimos viagem.

Fiz mais duas paradas antes de chegarmos ao pé da Serra do Rio do Rastro.

 

Na free way, como era domingo pela manhã, tinha pouco trânsito

o que permitiu rodar mais forte, rendendo a viagem.

 

Em um trecho perto de Torres/RS, um caminhão na nossa frente teve o pneu

estourado. Já vi isso outras vezes, mas sempre é um susto quando estoura

na frente da gente, deixando pedaços para todos os lados.

 

 

 

 

No caminho, entrei errado, antes do Morro da Fumaça, em Criciúma/SC.

Acabei fazendo um tour pela cidade.

 

O problema é que tem muitas lombadas no local.

Muitas são mau sinalizadas.

 

Numa dessas eu quase perdi a mãe da garupa.

Ela literalmente voou do banco...só vi os pés dela levantar dos lados.

 

 

 

 

Depois de checar que ela estava bem, seguimos viagem.

 

Já no Pé da Serra do Rio do Rastro, fiz mais uma parada, para

descanso antes de subirmos.

 

No posto que parei, tinha um carro com 4 pessoas que não paravam

de me olhar e rir. Eu sentado na mesa com a mãe lanchando.

 

Obviamente eles ficaram pensando que ela era minha mulher ... e para variar a imaginação deles deve ter ido as alturas...dificilmente vão pensar que é mãe e filho.

 

Mas sem stress eles riam da minha cara e eu da deles....hehehehe

 

 

 

 

A subida da Serra do Rio do Rastro iniciou por volta das 14hs.

Achei que ia passar mais trabalho, mas a CB300R se mostrou firme e confiável.

 

 

 

 

Fiz 4 paradas em mirantes na serra para admirarmos a

paisagem, esfriar a moto e também relaxar o corpo.

 

 

 

 

A paisagem é de tirar o fôlego.

 

 

 

 

Ao ver a Serra do Rio do Rastro do topo, minha mãe lembrou

de um brinquedo que ela me deu quando criança...

 

 

 

 

Uma autopista cheia de carrinhos....coisas de mãe...hehehe

Pior que lembro ainda do brinquedo...eu adorava.

 

 

 

 

Tivemos sorte e fomos contemplados com a presença desse carinha:

 

 

 

 

A mãe adorou...aliás ela saiu de casa rezando para a gente ver eles lá...hehehe

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chegamos em Urubici por volta das 16hs.

Paramos no mirante para admirar a cidade.

 

 

 

 

Por volta das 16:40 já estávamos descansando na Pousada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No final do primeiro dia, filmei uma revoada de urubus

da janela do quarto da pousada.

 

 

 

 

Um espetáculo da natureza.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Segundo dia - 15/12/2014

 

 

Depois de um ótimo café da manhã, fomos para nossas primeiras visitas.

 

 

Começamos pelas Inscrições Rupestres.

 

 

 

 

Marcas nas pedras deixadas por povos indígenas na região.

 

 

 

 

Segundo os estudos, essas inscrições tem mais de 4.000 anos.

 

Para comparação, são duas vezes mais velhas que Cristo, ou

tem praticamente, a mesma idade das pirâmides do Egito.

 

 

 

 

O sítio arqueológico fica no Morro do Avencal a 5km da cidade.

 

 

 

 

É um dos registros arqueológicos mais

importantes de Santa Catarina.

 

 

 

 

Presume-se que os povos que fizeram as inscrições

consideravam o lugar sagrado.

 

 

 

 

Destaca-se a imagem perfeita de um rosto:

 

 

 

" A Máscara do Guardião".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois visitamos a Cascata do Avencal.

Bela queda d´água com 100 metros de altura.

 

 

 

 

Tem esse nome, pois a área é tomada pelas AVENCAS...plantas típicas da região.

Nos seus paredões há vários ninhos de passarinhos.

 

 

 

 

O local tem um acesso de estrada de chão de 1km.

Com a moto foi um pouco complicado para chegar, ainda mais com a mãe na garupa.

 

Pedras soltas faziam a moto deslizar para os lados, além

de ter alguns declives bem acentuados.

 

 

 

 

Chegamos no locar as 9hs, e o portão estava fechado.

Fiquei chateado, pois tinha feito uma baita propaganda para a mãe.

 

Quando já estava para pegar a moto e voltarmos, vi um carro

se deslocando dentro do parque.

 

 

 

 

Era o funcionário que ia abrir o local.

Bhá...Deu certinho...e conseguimos visitar esse espetáculo da natureza.

 

 

 

 

Na hora de ir embora, eu preocupado com a mãe, que sentia um pouco de falta de ar, pedi uma gentileza ao rapaz .... pedi para ele levar ela de carro até a faixa, poupando de subir a estrada de chão com ela na garupa, o que ia ser bem complicado.

 

Depois de um rápido apelo emocional, o Júnior (nome do funcionário do parque), levou

a mãe de carro até o ponto onde eu poderia seguir com ela facilmente.

 

 

 

 

Fiquei muito agradecido.

 

 

Sem a mãe na garupa, subir foi relativamente fácil...com alguns escorregões

mas nenhum susto...afinal a CBzinha é para asfalto...com os pneus

lisos e suspensão curta, ela fica instável em chão ruim.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Voltamos para a Pousada as 11hs, onde para nossa alegria, o

Trilha estava nos esperando para almoçarmos.

 

 

 

 

O Trilha é integrante do Moto Grupo Liberdade Vigiada e mora em SC.

Ele desceu da cidade de Lages só para estar conosco.

 

Foi bom rever nosso velho amigo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tiramos o resto da tarde para descansar.

 

A noite encomendei um X + fritas de uma tele entrega.

Me surpreendi com a quantidade de coisa que veio.

 

 

 

 

Não conseguimos comer nem a metade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Terceiro dia - 16/12/2014

 

Depois de outro maravilhoso café, deixei a mãe conversando com os donos da pousada

e fui buscar a autorização na secretaria de turismo para visitar o Morro da Igreja.

 

 

 

 

Quando estive lá em 2007 o acesso era liberado.

Hoje, o acesso é restrito a 200 pessoas por dia.

 

Fizeram isso, pois começou a ter depredação no local.

Algumas pessoas simplesmente não tem noção !

 

 

 

 

De posse da autorização (que não tem custo algum), busquei

a mãe na pousada e seguimos para o Morro da Igreja.

 

 

 

 

Lugar maravilhoso, ainda mais com céu limpo.

Lá ficam os radares do CINDACTA II da Força Aérea.

 

 

 

 

O Morro da Igreja é considerado o ponto habitado mais alto do Sul do Brasil

com seu topo localizado a aproximadamente 1.800 metros de altitude.

 

 

 

 

A vista é maravilhosa, destaque para a Pedra Furada.

Uma formação rochosa com uma abertura de 20 metros.

 

 

 

 

O local é considerado um dos mais frios do país.

É comum precipitação de neve no inverno no local.

 

 

 

O vento lá estava especialmente forte nesse dia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de admirar o local, seguimos para o

Parque da Cascata Véu de Noiva.

 

 

 

 

Uma bela queda d´água com 62 metros de altura.

Essa cascata as vezes congela no inverno.

 

 

 

 

O parque é bem organizado e conta com um ótimo

restaurante onde saboreamos uma "truta" assada.

 

 

 

 

Os donos, muito receptivos e atenciosos.

Nos fizeram sentir em casa.

 

 

 

A entrada no parque é controlada.

Ele é relativamente pequeno, mas bem organizado.

 

O custo é baixo, pagamos R$ 3,00 por pessoa para a visitação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nossa próxima visita foi na Gruta Nossa Senhora de Lourdes

 

 

 

 

Belo local, formado por um paredão com uma gruta, onde há várias imagens religiosas.

 

 

 

 

Uma cachoeira completa o cenário !

O acesso é liberado, não tendo controle nos dias de semana.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ao retornar para a cidade, tentamos visitar a

igreja mas estava fechada.

 

 

 

 

Tomamos um café numa confeitaria, onde

fomos muito bem atendidos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Retornamos para a Pousada onde a mãe finalmente

conseguiu conquistar a "Chiquinha" !

 

 

 

 

São 3 calopsitas que ficam soltas na pousada.

A Chiquinha é a mais arteira...hehehe

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nesse dia, conversamos até tarde com a Dona da Pousada.

 

 

 

 

A mãe dando dicas para ela de como cuidar

das orquídeas, entre outras coisas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobre a Pousada Arcanjo Rafael

 

 

 

 

Ótimo lugar, boa localização e atendimento.

Ponto alto é o carinho e a simplicidade dos donos  e funcionários.

 

 

 

 

Todos os dias que estivemos lá, fizeram questão de

tomarmos o café da manhã juntos com a gente. 

 

 

Era bem divertido um clima bem familiar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Último dia - 17/12/2014

 

 

Deixamos as coisas prontas na noite anterior.

A moto abastecida e pneus calibrados.

 

Tomamos o café da manhã em clima de despedida.

 

 

 

 

Deu um nó na garganta se despedir do Donos da Pousada.

Pessoas iluminadas.

 

 

 

 

Pegamos a estrada perto das 9hs.

 

Entre Urubici e Bom Jardim da Serra, pegamos um nevoeiro forte.

Visibilidade de 10 metros em alguns pontos.

 

 

 

 

Depois de rodar uns 6km nessas condições, com muita umidade e um pouco de frio

saímos do nevoeiro. Quando descemos um pouco, ao olhar para trás, percebemos

que era uma verdadeira nuvem, que estava no topo da serra.

 

 

 

 

Rodamos sem maiores problemas até a Serra do Rio do Rastro.

 

Paramos um pouco para descansar e admirar

pela última vez essa bela paisagem.

 

 

 

 

A descida foi mais tranquila do que imaginava. 

 

 

Só fiquei chateado com a câmera que deixei  ligada para gravar o percurso.

Deu problema e perdi toda gravação da descida da Serra.

 

 

Mas faz parte...ficou na memória.

 

Tocamos até Guaíba/RS.

 

Na free way deu para puxar um pouco mais, rodando sempre próximo dos 110km/h.

 

 

 

 

Fizemos um rápido lanche em Torres/RS, onde descansamos uns 15min.

Chegamos em casa por volta das 17hs.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VÍDEOS

 

 

 

Revoada dos Urubus - Urubici/SC - 14/12/2014 

 

Cascata do Avencal - urubici/SC 15/12/2014

 

Cascata Véu de Noiva - Urubici/SC - 16/12/2014 

 

Gruta Nossa Senhora Lourdes - Urubici/SC - 16/12/2014 

 

Calopsitas da Pousada Arcanjo Rafael - Urubici/SC - 16/12/2014 

 

Estrada 1 - 17/12/2014 

 

Estrada 2 - 17/12/2014 

 

Estrada 3 - 17/12/2014 

 

Estrada 4 - 17/12/2014 

 

Estrada 5 - 17/12/2014 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PONTO DE VISTA

 

 

Na boa pessoal....teria sido mais fácil dizer que "NÃO" quando a mãe me pediu essa

viagem de presente... mas nem cogitei essa possibilidade.....

 

 

Com os problemas de saúde dela, tivemos que tomar alguns cuidados.

Mas a viagem foi bem planejada e bem executada... 

 

 

Riscos ??? ... sempre tem... como qualquer um que pega a estrada.... 

Mas deixar de viver por medo.... não é meu perfil. 

 

 

Se tivesse me negado... teria perdido uma experiência incrível com minha véinha.... 

 

 

Antes de acharem que fui irresponsável....por levar minha velha....saibam que na minha opinião irresponsabilidade é abandonar nossos velhos e deixá-los esperando o derradeiro dia.

 

 

 

 

Os olhos dela estão brilhando, pela aventura que foi, pelas

amizades que fizemos e pelos lugares que visitamos.

 

 

Esses 4 dias levarei para o resto da vida....

A minha mãe é uma mulher e tanto !

 

 

 

Mais informações sobre a Serra do Rio do Rastro

 

 

Rodados: 1.200 km